mapa do site
Home > A relação pedagógica > Dinâmica de grupo e estilos de liderança > Estilos de liderança

Estilos de liderança

Estilos de liderança imprimidos pelo formador ao executar o seu papel no grupo de formação.

Estilo autoritário ou autocrático

  • O formador concentra o poder de decisão em relação aos objectivos, conteúdos e métodos de trabalho.
  • Explica por etapas e não fornece uma visão global das tarefas.
  • Situa-se fora do grupo e não se envolve com as tarefas. Mantém o distanciamento máximo necessário à imposição do seu estatuto de líder.
  • Sanciona distracções e interacções. Mantém a comunicação centrada nos conteúdos programáticos, impedindo a expressão individual.
  • É o pólo emissor e receptor das mensagens, controlando as redes de comunicação.
  • Controla resultados por feed-back individual.
  • Assinala erros.
  • Não reforça sucessos.
  • A avaliação assume a forma de crítica individualizada.
  • Atitudes de avaliação, orientação e interpretação.
Efeitos no grupo
  • Produção elevada em quantidade.
  • Clima do Grupo negativo e nível motivacional baixo.
  • Não há expressão dos conflitos que permanecem latentes.
  • Não há lugar para a criatividade e expressão individual.

Estilo "deixar andar" ou liberal

  • O formador apresenta o conjunto das tarefas mas delega todo o poder de decisão ao grupo quanto a métodos de trabalho.
  • Situa-se fora do grupo, sentindo-o como uma ameaça.
  • Faz pacto de não incomodar se não o incomodarem.
  • Não intervém nas crises ou afirma-se de forma incoerente.
  • Não controla resultados. Se solicitado utiliza uma falsa atitude não-directiva: "O que é que acha?"; "Faça como Ihe parecer melhor..."
  • Exerce uma falsa liderança, demitindo-se do seu papel.
Efeitos no grupo
  • A comunicação é, num 1° momento, elevada, chegando à euforia.
  • Posteriormente, a comunicação anárquica é substituída por descontentamento e desmotivação.
  • O grupo corre o risco de se desmembrar e afastar-se por completo das actividades e objectivos estipulados.
  • A produção é muito diminuta.

Estilo democrático

  • O poder de decisão não está concentrado no formador. O grupo possui certa autonomia na tomada de decisões.
  • O grupo participa na fixação dos objectivos e métodos de trabalho.
  • O formador intervém nas crises mais relevantes.
  • É o grupo e cada um dos seus membros que controla os resultados.
  • Atitudes de apoio, exploração, interpretação e empatia.
  • A comunicação é abundante, existindo alternância de papéis de emissor e receptor dentro do grupo.
Efeitos no grupo
  • A produtividade é elevada, embora possa não atingir os níveis do estilo autoritário.
  • Em compensação, a criatividade é estimulada e o grupo consegue encontrar novas fórmulas e soluções não aprendidas.
  • O clima sócio-afectivo é positivo e há motivação.
  • O grupo torna-se coeso e adquire uma verdadeira identidade.